Entrevista com Mari Monni + Parceria

by - agosto 25, 2017


Oi oi gente!
A autora do livro Uma Chance para Amar, a Mari Monni. É a nova parceira do blog. Além de ter seu livro no Wattpad (para degustação) e também colocou ele na plataforma Amazon

Mari Monni é professora de Inglês, tradutora, revisora e, finalmente, saiu do armário literário. Carioca da gema, porém sem nenhuma afinidade com sua cidade natal, já morou em Dublin e sonha em ter como lar algum lugar frio. Mãe solo desde os 22 anos, tem em sua filha de 5 anos sua melhor amiga e companheira de aventuras na cozinha e passeios de fim de semana.
Os livros sempre fizeram parte de sua vida. Com o incentivo de sua avó, foi alfabetizada aos 3 anos e desde então é apaixonada pela leitura. Sua tia, pessoa com quem tem mais conflitos nesse mundo, sempre patrocinou seu vício literário. Aos onze anos, começou a ler Harry Potter e cresceu com o bruxinho. Enquanto seus amigos queriam Barbie e bicicleta de Natal, ela esperava ansiosamente pelo próximo livro da série.
Começou a escrever pequenas histórias ainda muito nova, porém o número de páginas foi aumentando com a idade. Hoje, aos 28 anos, resolveu criar coragem e correr atrás de seu sonho. Não tem como escolher um livro para ser “O Preferido”, mas Agatha Christie, Jane Austen, J.K. Rowling e Cecília Meireles, sempre tiveram lugar de destaque em sua estante. Apaixonada por exclamações e fanta uva, busca um lugarzinho nesse universo dos livros. Ainda não tem prêmios ou livros publicados para mostrar, já que ‘Uma Chance para Amar’ é seu romance de estreia.

➳    O que te inspirou a escrever o seu livro " Uma chance para amar "? 

Quando digo que tudo começou com o personagem masculino, as pessoas não acreditam. Uma Chance Para Amar é um livro narrado em terceira pessoa com o foco voltado para a personagem feminina, a Laura. O tema principal é a redescoberta da sexualidade de uma mãe solo. E eu sou uma mãe solo! Por isso, as pessoas não aceitam quando eu digo que tudo começou com o boy.

Eu estava lendo um livro e simplesmente não curti o personagem masculino. Ele era bem playboy, machão, alpha, dominador, protetor, bla bla bla. Aquele tipo que está na moda, sabe? Eu, particularmente, gosto. Mas naquele dia, fiquei irritada. Daí me veio a ideia de criar o homem perfeito. Sim, meu personagem masculino é o homem perfeito. Ele é gente boa, companheiro, bem humorado e bom de cama. Além de ser completamente apaixonado pela Laura.
Depois disso, criei um enredo. Mas tudo começou com ele! ;)

➳    Tem algo seu em algum dos personagens?

Tem muito meu em muitos dos meus personagens. Acho que sempre é assim. Podem ser semelhanças ou diferenças. Por exemplo, sou tranquila que nem a Laura, falo palavrão que nem a Karen, valorizo a família como Eduardo,...

➳    Qual personagem foi o mais difícil na hora de construir e descrever?

Escrever a Laura foi bastante complicado. Ela tem posturas bem diferentes das minhas. E como o livro é centrado nela, foi bem interessante. Estou escrevendo a versão com o ponto de vista masculino, e preciso dizer que está sendo beeeem mais fácil! hahahaha

➳    E o que te fez seguir com a carreira de escritora?

Paixão. Sou apaixonada por literatura, sempre fui! Histórias e mais histórias aparecem na minha cabeça constantemente. Eu preciso botar isso pra fora!!!!! Chega a ser angustiante.

➳    Qual foi o maior desafio que você encontrou na carreira de escritora, até o momento?

Divulgação. Acho que essa é a maior dificuldade para a maioria dos autores independentes, assim como editoras pequenas. O mercado literário é dominado por um grupo de editoras famosas com uma equipe de marketing sensacional. É difícil encontrar um lugarzinho nesse meio.

Outra coisa chata é a competição desnecessária entre alguns escritores. Gente, vamos acordar. O leitor não se restringe a um livro!

➳    Quais são os seus próximos projetos (♥) ?  

Ah, flor. Não me pergunta isso que vou escrever um livro de dezoito mil palavras. Vou tentar resumir. Estou terminando o livro com a perspectiva masculina e tem mais um livro dessa série que já está esboçado. Estou terminando o primeiro livro de uma trilogia mais jovem e no meio de outro. Na verdade, estou organizando meus projetos. Mas garanto que até o fim do ano, mais dois livros serão lançados.

➳    O que você gosta de ler? Indicaria qual livro para seus leitores?

Basicamente romance, mas curto aventura e fantasia também. Posso indicar mais de um? Indicaria Deuses de Dois Mundos, do PJ Pereira; a série Ward da Lucy Vargas; Os Lobos de Esther, da Janice Ghislieri e Amor Real, Sexo Virtual da Luisa Aranha. São todos escritores talentosíssimos e os livros te prendem do início ao fim.

➳    Quando escreve, no que se inspira para compor os personagens?

Não posso te responder com firmeza. Às vezes vejo uma foto e PÁ! O personagem está criado. Às vezes escuto uma música e penso em uma cena. Tudo me inspira! Porém, quando estou estressada, não consigo escrever uma frase sequer.

➳    Qual é a sua parte favorita no processo de escrita de um livro?

Vou te dizer a parte mais desafiadora, pode ser? O início é fácil. O final também. A grande questão são aqueles capítulos onde nada de tão importante assim acontece. O desafio é como não deixar esses capítulos maçantes, e ainda assim prender o leitor. Um livro não pode ter grandes acontecimentos a cada parágrafo. Alguns são mais mornos, e isso é normal. A grande questão é: como fazer o capítulo morno ficar interessante? Adoro isso!

➳    Quem você admira no mundo literário?

Você está perguntando quem é meu escritor favorito de todos os tempos? Ahhhh, impossível dizer. Mas sou fã de carteirinha de uma escritora americana – a Cambria Herbert. Não citei ela acima porque os livros dela ainda não foram traduzidos. L

➳    Como você administra a sua rotina de escritora com o Trabalho?

Eu sou professora de inglês, tradutora e revisora. Acima de tudo sou mãe! Estou passando por um momento de grandes mudanças na minha vida. Vou te responder essa pergunta daqui a algumas semanas, pode ser? Nesse momento, minha vida está uma tremenda bagunça, mas em breve tudo estará em ordem. Espero separar três manhãs da minha semana para escrever. Vamos ver se consigo.

➳    Muito obrigada pela entrevista, e lhe desejo todo o sucesso do mundo. Quer deixar um recado para quem ainda não conhece seu livro e para os leitores?

Lindona, obrigada você! 
Uma Chance para Amar é um livro sobre superação, sobre como superar os medos e conseguir ser feliz. Como uma mãe solo – completamente dedicada aos filhos – se permite ser mulher novamente?
Tem romance, humor, drama, sexo e o homem dos sonhos! Eu prometo. Espero que possam dar uma chance.

>  Bate  e  Volta  < 
 Um sonho? Viver de Livros
➸  Um livro? Orgulho e Preconceito
➸  Um filme? A Bela Adormecida
➸  Um seriado? Friends
 Um autor(a)? Cecília Meireles
➸  Uma frase? “Emancipate your selves from mental slavery” – é um trecho de “Redemption Song” do Bob Marley. Traduzindo, “emancipem-se da escravidão mental”.

Para quem não viu a capa direito, vou deixar a sinopse e os links de onde encontrar o livro. Espero que tenham gostado. 
 O livro Uma chance para Amar, conta a história de Laura que não se encaixa nos padrões de uma jovem de vinte e seis anos. Mãe solo, caseira, tranquila e portadora da síndrome de mau humor matinal, tem em sua rotina uma maneira de mascarar a falta de emoção em sua vida. O lado profissional é uma bagunça. Pagar as contas e sustentar os filhos são suas prioridades. Trabalha como representante comercial, nome chique para não precisar dizer que é vendedora de camisinhas musicais. Os relacionamentos amorosos simplesmente não existem desde que foi abandonada grávida de gêmeos por seu namorado na adolescência. Adepta de maratonas na Netflix e reuniões de família com uma boa pizza, seus dias são sempre os mesmos. Laura é mãe solo de um casal maravilhoso que preenche seus dias e a faz sentir muito orgulho. Com seu foco totalmente voltado para criá-los da melhor forma possível, ela esquece completamente de si mesma. Tudo muda quando sua melhor amiga a convence a sair de casa para uma festa, onde Laura conhece o homem dos sonhos. Em meio a comidas elegantes e taças de prosecco, cruza o olhar com o cara mais bonito que já viu na vida. Mas ele precisará de paciência para conquistá-la e Laura terá que deixar os traumas do passado para trás e aceitar uma chance para amar.


Onde encontrar: Wattpadd  Amazon

Beijos, e até a próxima.

Você também pode gostar:

15 comentários

  1. Oiii Alice

    A entrevista ficou ótima, adorei o "Emancipe-se da escravidão mental"... Faz todo o sentido nos dias atuais em que todo mundo parece ser meio manipulado pelo que os outros dizem, pensam ou fazem...
    Nem conhecia a autora, gostei das respostas dela, parece ser muito simpática.
    Sucesso na parceria.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia a obra e nem a autora e achei as respostas dela muito simpáticas e interessantes. Também não conhecia a autora favorita dela e já vou googlar pra ver quem é e o que escreveu.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá! Muito bom conhecer uma nova autora e o processo de criação dela! Não conhecia o livro, vou pesquisar sobre ele nos sites. Muito sucesso à autora!
    Bjos
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  4. Achei a entrevista tão gostozinha tão de ler,muito simpática pelo visto!Não pude deixar de imaginar sobre o que ela disse da dificuldade de divulgação,imagino o quão isso seja dificil
    Parabéns pela entrevista!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Não conhecia nem essa autora nem a obra, mas adorei a entrevista e as respostas dela. Fiquei contente por ela ter escrito uma personagem tão diferente dela, normalmente, os autores optam por escrever personagens parecidos com eles. Eu acho que todos os autores sonham em viver de livros.
    Desejo muito sucesso à ela.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  6. oie, adorei a autora e já fiquei com vontade de ler a obra. Gostei do fato de ela fugir dos típicos bad boys em sua obra, eu já tenho cansado deles, e ela é uma leitora super eclética. Vou procurar esse livro

    ResponderExcluir
  7. Oi.
    Eu ainda não tinha lido nada sobre o livro ou a autora, mas gostei bastante da entrevista com a autora e da sinopse do livro. Pretendo ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Nossa agora que li a resenha percebi que não tem nada haver com o que eu imaginava.
    Parece que não me senti muito atraída pela história, mas só lendo para saber né.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oiii,

    Eu não conhecia a obra e nem a autora e gostei de poder conferir um pouquinho da autora e saber como ela se inspirou, porque admito que inspiração é meu maior problema, as vezes pego um livro realmente muito bom e fico me perguntando "cara como essa pessoa conseguiu criar isso?" e esse tipo de entrevista deixa a gente um pouquinho mais perto de entender o que acontece e o que o autor pensa. Adorei a premissa do livro dela e espero poder conferir. Parabéns pela parceria :D

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá...
    Adorei conferir a entrevista!
    Ainda não conhecia nem a autora nem seus livros, mas, foi uma bela oportunidade ve-la aqui nesse post.
    Bjo

    ResponderExcluir
  11. Estou apaixonada pelo blog e pelos comentários!
    Muito obrigada pela entrevista. 💙💙💙
    Assim que a bienal passar (e eu voltar a viver), mandarei vários brindes em agradecimento! 😉

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bom?
    Não conhecia a autora e seu livro, mas fiquei louca para conhecer só por sua entrevista! Adorei a premissa do livro ter sido desenvolvida pelo personagem principal (que era tudo o que ela queria encontrar em um livro e não encontrava) e em torno dele construir a história. Curti saber também da dificuldade em escrever Laura, já que a mesma possui uma postura e atitudes tão diferentes da autora. Espero poder ler a obra em breve!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Ooi! Não sou muito dos romances (nem um pouco, na real), mas a sua entrevistada parece ser tão legal que acho que daria uma chance, viu? MDSsss, dá vontade de ser amigo dela! Amei que ela faz parte da metade do mundo que começou a ler com Harry Potter <3

    ResponderExcluir
  14. Oi,
    não conhecia a autora e nem o livro mas já quero deixar registrado que curti bastante a premissa e além disso amei, mas amei mesmo a introdução de entrevista que deixou o post bem diferente do que os que costumo ler por ai. Bom, desejo muito sucesso a Mari. Torço para que sua história seja a primeira de muitas e que venha a conquistar muitos leitores, pois dessa forma as portas certas se abrirão para que ela possa crescer, já vi acontecer então sei que é possível. Muita sorte e sucesso a autora.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir